Por Antônio Oliveira*

Para o presidente Jair Bolsonaro, uma das soluções para enfrentar a alta no preço da carne é aumentar o plantel bovino no Brasil e que isto pode ser feito a partir da liberação de terras indígenas para a exploração agropecuária.

Proposta de Bolsonaro divide opiniões, inclusive entre povos indígenas (Foto: Usp)

Ainda conforme Bolsonaro, o projeto de lei que prevê a liberação de garimpos nas terras dos índios está pronto para ser enviado ao Congresso Nacional. O presidente defende a exploração de garimpos e outras atividades minerais nessas áreas.

– O índio vai poder fazer nas suas terras tudo o que um fazendeiro faz – disse Bolsonaro a jornalistas, ao sair do Palácio da Alvorada.

– É a Lei Áurea dos índios – disse.

Esta opinião de Bolsonaro foi manifestada  durante o já tradicional encontro de Bolsonaro com populares, na porta do Palácio Alvorada, residência oficial do presidente. Entre esses, haviam dois indígenas que também defendem a exploração econômica de terras indígenas.

Porém, esta proposta, uma das primeiras promessas de governo de Bolsonaro, enfrenta resistência na Congresso, o que levou ao atraso no envio do texto. Bolsonaro não soube dizer quando o projeto deve ser entregue aos parlamentares.

Os trabalhos no Congresso neste ano terminam nesta semana. A Casa só volta ao trabalho em fevereiro.

*Com informações da Agência Reuters