*Da Redação

A Secretaria de Agricultura Familiar (SAF) e a Diretoria de Fomento à Piscicultura (DFP), do Governo do Piauí, está realizando a entrega de alevinos para produtores de vários municípios piauienses. No total, já foram distribuídos 1.082.500 peixes da espécie tambaqui e seu híbrido tambatinga.

(Foto: Ascom/SAF)

As entregas tiveram início em janeiro e encerraram no último dia 14 de maio. A produção e distribuição de alevinos são realizadas pela SAF e acontecem na Estação Piloto de Piscicultura Deputada Francisca Trindade, no município de Nazária. A ação já beneficiou 591 famílias de pequenos agricultores, atendendo 55 municípios, com representantes dos 12 Territórios de Desenvolvimento.

Segundo o diretor de Fomento à Piscicultura, Luciano Brito, o planejamento anual da SAF é de produzir e distribuir de 1,5 milhão de alevinos, contemplando cerca de 750 famílias de agricultores.

– Com o fim do período chuvoso no estado, o período reprodutivo dos peixes redondos (tambaqui e seus híbridos) também é interrompido de forma natural, por isso, para alcançar a meta anual, a Secretaria já está trabalhando para começar a produção de outra espécie, a tilápia que, por ser uma espécie que apresenta sua primeira reprodução precocemente (4 meses de vida em média), é destinada ao povoamento de barragens, açudes, lagoas e para engorda em sistema de cultivo em tanques rede. A previsão é de que até a segunda quinzena do mês de agosto, já tenhamos alevinos de tilápia disponíveis para entrega – destacou.

Os principais beneficiários desta ação são associações de produtores rurais e pescadores, mas o diretor informa que estão aptos a solicitar os alevinos quaisquer instituições formalmente concebidas, desde que sejam sem fins lucrativos, como cooperativas, associações, colônias de pescadores, prefeituras, secretarias municipais, entre outras passíveis de análise.

José Neto, técnico de piscicultura da Secretaria de Agricultura do municípios de Beneditinos, destacou que a distribuição de alevinos pela SAF.

– Essa iniciativa é de suma importância, pois vai beneficiar todos os nossos piscicultores, que precisam desta atividade para sobreviver ou ajudar no orçamento familiar – elogiou.

O procedimento para receber as doações é feito por meio de uma solicitação via ofício protocolado na Secretaria da Agricultura Familiar. A resposta do pedido é emitida após cinco dias e uma análise. Conforme a disponibilidade de alevinos, é autorizada a entrega na estação de piscicultura (sempre às quintas e sextas-feiras).

A Diretoria de Fomento à Piscicultura ressalta que, neste período, por causa da pandemia, as solicitações e as autorizações estão sendo realizadas on-line e o recebimento dos alevinos está sendo realizado apenas nas sextas-feiras, com dia e hora marcados, obedecendo as recomendações dos órgãos estaduais e municipais de Saúde.

*Fonte e texto da Ascom/SAF, reeditada pela Cerrado Rural Agronegócios