Home Avicultura EXPORTAÇÕES – Carne de frango mantêm alta de 5,5% no ano

EXPORTAÇÕES – Carne de frango mantêm alta de 5,5% no ano

As exportações brasileiras de carne de frango seguem em ritmo forte em 2015, com alta acumulada de 5,5% nos oito primeiros meses deste ano. A conclusão é da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Na receita em dólares, houve retração de 5,3%, com total de R$ 651,5 milhões (Foto: Divulgação)
Na receita em dólares, houve retração de 5,3%, com total de R$ 651,5 milhões (Foto: Divulgação)

Ao todo, ainda conforme a entidade, foram embarcadas 2,82 milhões de toneladas no período, contra 2,67 milhões toneladas realizadas entre janeiro e agosto de 2014.

Em receita, o cenário é positivo também nos resultados em reais, com total de R$ 15 bilhões, desempenho 25,3% superior ao registrado no mesmo período do ano passado.  No resultado cambial, houve retração de 7,7%, com o total de US$ 4,85 bilhões.

– O saldo dos últimos três meses foi quase 200 mil toneladas superior em relação aos volumes embarcados no mesmo período do ano passado.  O forte desempenho das exportações promoveu um ‘enxugamento’ e um ajuste na oferta interna, impactando positivamente nos preços de produtos como cortes de coxa e outros,  explica Ricardo Santin, vice-presidente de aves da ABPA.

Mantendo o rimo positivo registrado nos últimos três meses, os embarques realizados somente no mês de agosto chegaram a 382,4 mil toneladas, número 12,2% superior ao total obtido no oitavo mês de 2014. Em reais, o saldo foi positivo em 46,7% com base no mesmo período comparativo, chegando a R$ 2,29 bilhões.  Na receita em dólares, houve retração de 5,3%, com total de R$ 651,5 milhões.

– Assim como em meses anteriores, constatamos em agosto elevações nas exportações para praticamente todos os destinos.  Com isto, verificamos que o declínio das compras registrada em diversos importadores durante os primeiros meses do ano, como uma reação do mercado internacional aos focos de Influenza Aviária na América do Norte, estão superados.  Ocupamos novos espaços e devemos seguir em ritmo forte neste segundo semestre, destaca o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra.

(Fonte: ABPA)