Da Redação*

Viabilizar a realização de exposições agropecuárias e também a temporada de praias no Tocantins. Estes são os objetivos conjunto do governo do Tocantins e o Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que já entraram em acordo para a formalização de uma parceria.

Tanto o governo quanto o Sebrae entendem que o fomento a esses eventos, além de aquecer a economia dos municípios, viabiliza oportunidades de negócios e também gera postos de trabalho.

Governo e Sebrae discutem calendário único de ações, visando fortalecer o turismo e a economia do Estado (Foto: Governo do Tocantins/Frederick Borges)
Governo e Sebrae discutem calendário único de ações, visando fortalecer o turismo e a economia do Estado (Foto: Governo do Tocantins/Frederick Borges)

Na reunião, realizada na manhã desta terça-feira, 19, no Palácio Araguaia, o governador Mauro Carlesse recebeu o diretor-superintendente do Sebrae do Tocantins, Moisés Gomes; e o presidente da Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Tom Lyra; para a discussão de um calendário único de ações, visando fortalecer a realização desses eventos e também os detalhes para a formalização da cooperação entre o governo do Estado e o Sebrae. Também ficou definido que a parceria se estenderá para atender a realização da Feira Agrotecnológica do Tocantins (Agrotins), prevista para o mês de maio, e organizada pela Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura.

Outra decisão, tomada nesta reunião, é que algumas instituições serão convidadas para integrar essa parceria, dentre elas a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins (Faet), a Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto) e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Tocantins (Fecomércio).

Os detalhes da parceria, como a atribuição de cada um e os valores necessários para a realização dos eventos, serão discutidos pelas equipes técnicas, que formatarão, em conjunto, uma proposta final de trabalho. A solicitação do governador é que a participação de mais parceiros viabilize a entrada de recursos privados para esses eventos e possibilitem ao máximo a necessidade de emprego de recursos do Estado.

– São eventos importantíssimos, porque geram empregos e movimentam a economia, além de ter a transferência de conhecimento, no caso das pecuárias. Já as praias fortalecem o turismo e as cidades ficam movimentadas, mas é preciso que a gente consiga mais parceiros na iniciativa privada, porque o Estado está com muita dificuldade de recursos, mas com certeza o Governo será um parceiro, porque esse investimento volta em benefício do Estado – afirmou.

O diretor-superintendente do Sebrae, Moisés Gomes, afirmou que a intenção da instituição é trabalhar em parceria com o governo para que este calendário turístico e de negócios alcance o objetivo que é o fomento da economia. Sobre as exposições agropecuárias, o Sebrae destacou que pretende incentivar que eventos tratem principalmente da difusão de conhecimentos e tecnologias, além de propiciarem um ambiente de negócios para os produtores rurais.

– Unindo esforços, do Governo e do Sebrae, vamos ter um resultado ainda mais positivo, pois evitamos que ambos façam paralelamente o mesmo trabalho. Desta forma, trabalhando de maneira planejada e em conjunto, a atividade produtiva será fortalecida e a aplicação dos recursos será otimizada – destacou Moisés Gomes.

Presentes

Participaram também da reunião, o chefe de gabinete do governador, Divino Alan Siqueira, e técnicos da Adetuc e do Sebrae.

*Fonte: Secom/Governo do Tocantins, com edição de Cerrado Rural Agronegócios