*Da Redação

No Dia Mundial da Saúde, comemorado neste 7 de abril, a VLI, empresa de logística subsidiária da Vale, reforçou os cuidados com a saúde de seu colaboradores.

Além de criar protocolos diferenciados, como a instrução de higienização de locomotivas, ajustar as escalas de trabalho, aferir a temperatura, a empresa reforçou o acesso à informação. Os canais internos compartilham dados baseados em fontes oficiais e as lideranças receberam suporte para orientar as equipes em caso de dúvidas e questionamentos envolvendo a nova doença.

A empresa está orientando seus funcionários a lava as mãos frequentemente, evitando tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas; ao tossir e espirrar, que utilize lenços de papel para evitar que as secreções sejam eliminadas no ar; evitar apertos de mãos, mantendo o distanciamento físico (cerca de 2 metros).

Medidas adotadas na ferrovia, nos terminais e nos pátios rodoviários

Instrução específica para higienização das locomotivas; troca de maquinista sem contato físico; reforço na higienização das áreas operacionais, catracas, portas, corrimãos e equipamentos; home office para grupos de risco e área administrativa; ajustes das equipes operacionais para reduzir circulação e evitar aglomeração; horários alternados para entrada, saída e refeições, reduzindo o contato entre as pessoas; aferição de temperatura dos empregados na entrada dos turnos e dos motoristas na chegada ao pátio; oferta de álcool gel em áreas comuns; informativos com orientações e dicas de higiene.

No Tocantins e Maranhão,  a empresa opera o trecho da Ferrovia Norte-Sul entre Porto Nacional (TO) e Açailândia (MA), No primeiro estado conta com dois pátios multimodais – Porto Nacional e Palmeirante, além de um pátio de triagem em Colinas do Tocantins.

*Com informações da assessoria de imprensa da empresa no Tocantins